Sindicato é pra Lutar!

Rumo à vitória! O sindicato precisa voltar a ser uma referência para a categoria

Estamos na reta final da campanha eleitoral que pode mudar os rumos da luta dos jornalistas no Rio de Janeiro. Na semana que vem, nos próximos dias 16, 17 e 18/7, os mais de 1.700 jornalistas filiados e em dia com a mensalidade vão poder exercer o seu direito ao voto para escolher quem vai assumir a responsabilidade de dirigir o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro pelos próximos três anos. Da última vez, cerca de 250 jornalistas foram às urnas. Embora haja quatro chapas na disputa, avaliamos que a nossa categoria é convocada nesse momento a escolher entre duas propostas políticas bastante claras e definidas: continuação ou mudança.

A Chapa 2 – Sindicato é pra lutar! É a única que pode realizar a mudança estrutural em nossa entidade no rumo das lutas da nossa categoria. A gestão atual, de um grupo que tem se perpetuado no sindicato a partir do revezamento de nomes nas últimas duas décadas, se partiu em três chapas, a da situação (1) e duas dissidentes (3 e 4). Essas chapas guardam entre si forte identidade política. Essa identidade é o que explica haver três diretores dessa gestão candidatos a presidente. (mais…)

Anúncios

Demissão é o tema do último vídeo da campanha

Demissão é o principal tema do vídeo lançado nesta segunda-feira, dia 8. Além desta questão, a peça também aborda situações de precarização do trabalho, como: acúmulo de função, subpiso e não cumprimento da jornada legal.

Assista ao vídeo AQUI

Todos os vídeos AQUI

Chapa 2 visita redações no Rio

Jornalistas vivem uma situação peculiar em meio ao clima geral no Rio de Janeiro. Há uma ebulição da consciência da massa trabalhadora, em função da luta por direitos nas ruas. Jornalistas, em especial os que trabalham nas grandes empresas, enfrentam não só a violência dos agentes do Estado durante as manifestações como também a forte rejeição ao exercício do seu trabalho por parte dos próprios manifestantes. Os profissionais da comunicação sentem na pele o efeito da revolta popular contra os patrões da mídia. E foi bem em meio a esse clima de crise do jornalismo do Rio de Janeiro, onde há alta concentração de empresas nas mãos de poucos donos e um forte sentimento de opressão que impede o pleno exercício da profissão pela nossa categoria, que a Chapa 2 local e a nacional visitaram as redações da cidade nesta última semana. (mais…)

Até 5 de julho, você ainda pode regularizar sua situação e votar para mudar o Sindicato

Atenção, colegas não filiados ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro ou que não estão em dia com as mensalidades. Ainda é possível regularizar o pagamento, com anistia dos atrasos referentes aos anos anteriores, e também se sindicalizar a tempo de votar nas próximas eleições, que vão ocorrer nos dias 16, 17 e 18 de julho. (mais…)

Debate entre as chapas na ABI evidencia o esvaziamento da atual gestão do Sindicato dos Jornalistas

“É preciso resgatar a dignidade dos jornalistas”, afirma Paula Máiran, candidata a presidência do sindicato pela chapa 2

Na noite dessa quarta-feira (26), três das quatro chapas que disputam o pleito para o biênio (2013-2015) para o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro (SJPMRJ), participaram de debate promovido pela Associação Brasileira de Imprensa (ABI). Pela primeira vez, desde a abertura do pleito, as chapas puderam manifestar suas intenções e propostas. Dentro da atual conjuntura, na qual a categoria é colocada em evidência pela sociedade, que cobra o respaldo da comunicação como um direito humano em defesa das questões sociais, as chapas que concorrem à eleição presentes (Chapa 1 – Linha Direta com os Jornalistas; Chapa 2 – Sindicato É Pra Lutar; Chapa 4 – Democracia e Transparência), colocaram mediante as perguntas da plenária, suas propostas para atuar pela democratização da comunicação, combater a múltipla função nas redações, a precarização do trabalho, a pré-sindicalização e questões relacionadas ao racismo e a mobilização da categoria. (mais…)

ABI promove debate dia 26 entre as chapas que disputam eleição do Sindicato dos Jornalistas do Rio

A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) convidou as chapas que participam da eleição da nova diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro para um debate. Será na próxima quarta-feira (26/6), às 19 horas, no 7º andar da ABI (Rua Araújo Porto Alegre, 71).
Nós, da Chapa 2, Sindicato é pra lutar – Oposição de Verdade, já aceitamos o convite. Todos os jornalistas, da ativa e aposentados, estão convidados. Esta será uma ótima ocasião para a categoria conhecer melhor os compromissos das chapas, tirar dúvidas, fazendo perguntas aos representantes de cada uma, ajudando, assim, a decidir o seu voto. A eleição está marcada para 16, 17 e 18 de julho. É importante lembrar que 5 de julho é o prazo para ficar em dia com a mensalidade do Sindicato ou se filiar, para participar do pleito.

Jornalistas em defesa da liberdade e da democracia

O processo eleitoral da nossa categoria evolui desde pouco antes da eclosão do movimento popular contra o aumento das passagens de ônibus no Rio e em todo o país. Essa nova conjuntura política nos atinge diretamente — nos cerceando com as suas balas de borracha, pancadas, prisões, sprays de pimenta e bombas de gás lacrimogêneo. Trata-se de mais uma face brutal da realidade profissional cotidiana cada vez mais violenta e destrutiva, nos mais diversos sentidos. (mais…)

Fotos da festa dos jornalistas

Agradecemos a todos e a todas que compareceram à nossa festa. Foi um momento lindo com jornalistas de redação, assessoria de imprensa, rádio, TV e comunicadores populares.

Imagem

 

(mais…)

Conheça algumas propostas da chapa 2

Somos homens e mulheres em plena diversidade de raça, cor, religião, time de futebol, convicção política e orientação sexual. Enfrentamos a dificuldade da conquista do primeiro emprego, o assédio, o preconceito,a depreciação salarial, o desemprego e a aposentadoria que exige a continuidade na labuta para o complemento da renda familiar.  Precisamos de um sindicato mais ativo, participativo, democrático e transparente. Com propostas concretas, planejamos transformar a entidade em um efetivo instrumento fortalecedor da nossa categoria. Participe com a gente dessa construção de um sindicato que realmente nos  represente. Envie as suas sugestões e propostas para: chapasindicatopralutar@gmail.com

1.            Enfrentamento da precarização das relações trabalhistas e das demissões

2.            Criação de uma Ouvidoria do Sindicato

3.            Garantia de Emprego ao pré-aposentado e em defesa dos direitos previndenciários

4.            Exigência do cumprimento dos acordos coletivos e ganhos reais de salário e denúncia das irregularidades patronais no Ministério Público do Trabalho

5.            Fortalecimento do papel da Comissão de Ética na fiscalização do cumprimento do Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros e na garantia do direito à cláusula de consciência

6.            Unificação das lutas por meio da criação do Sindicato dos Trabalhadores em Comunicação

7.            Criação de cooperativas de trabalhadores de comunicação desempregados

8.            Defesa do diploma para o exercício da profissão de Jornalista e regulamentação profissional

9.            Campanha contra o assédio moral, o sexual, o racismo e outras opressões, assim como a criação das comissões nos locais de trabalho

10.          Política de saúde preventiva por meio da fiscalização das condições ergonômicas e de segurança dos trabalhadores

11.          Campanha pelo resgate da valorização do papel de responsabilidade social e de defesa dos direitos humanos dos jornalistas na sociedade

12.          Sede como espaço de crescimento político, cultural e profissional do jornalista

13.          Campanha de sindicalização e de pré-sindicalização nas universidades

14.          Funcionamento colegiado da diretoria, com reuniões setoriais permanentes e a volta da revista do sindicato

15.          Incremento da participação do sindicato na luta pela democratização da comunicação, com ênfase na defesa dos direitos da comunicação comunitária e popular

Vamos juntos lutar contra as demissões!

Imagem

Siga!